O Pequeno Homem das Montanhas

Código: WK7DPWUEJ
R$ 45,00 R$ 31,50
até 4x de R$ 7,88 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 31,50 sem juros
    • 2x de R$ 15,75 sem juros
    • 3x de R$ 10,50 sem juros
    • 4x de R$ 7,88 sem juros
    • 1x de R$ 31,50 sem juros
    • 2x de R$ 15,75 sem juros
    • 3x de R$ 10,50 sem juros
    • 4x de R$ 7,88 sem juros
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Tamanho: 15 x 21cm
Número de páginas: 196

 

O LIVRO 

O explorador, cartógrafo e escritor Vladimir Arseniev percorreu a taiga da região siberiana do Uçuri ao longo de mais de vinte anos de expedições. Numa delas, em 1902, conheceu o caçador nômade Dersu Uzala. Nasceu entre os dois uma profunda amizade, que o escritor reconstruiu no livro Dersu Uzala, publicado em 1923, em que se baseia o filme homônimo que Akira Kurosawa dirigiu em 1975. Essa amizade nascida entre as montanhas simboliza o diálogo e a miscigenação possíveis entre cultura científica e outros saberes e métodos de aproximação ao real. É o que defende o autor desta obra, uma viagem transdisciplinar que - usando como operadores a narrativa literária de Arseniev e a cinematográfica de Kurosawa – se interroga sobre questões epistemológicas cruciais como as relações entre sujeitos humanos e ambientes não urbanos, o trinômio sujeito-objeto-representações, os conceitos de híbrido, de humano e não humano, de vivo e não vivo, de relação direta e mediada com o real. Para Antonino Condorelli, a vida e a obra de Arseniev encarnam a riqueza, a polifonia e a intrínseca mestiçagem de uma ciência não fechada, de uma ecologia dos conhecimentos que faz dialogar e hibrida certezas e incertezas, rigor e sensibilidade. A vida de Dersu, por sua vez, encarna um modo de ser, de conhecer e de viver que faz da instabilidade, da imponderabilidade, da incerteza, da mudança incessante o húmus para o florescimento de uma ética do cuidado e da solidariedade. Estilos de vida, ambos, cada vez mais ameaçados. Porém, seu eco conseguiu chegar até nós e, como sustenta Condorellil, ainda podem instigar mudanças em nossos modos de ser, de conhecer e de viver.

O AUTOR

Italiano de nascimento e brasileiro de adoção e coração, Antonino Condorelli nasceu em Castellammare di Stabia, na província de Nápoles, em 1976 e viveu a maior parte de sua vida em Florença, na região da Toscana. Morou dois anos na Espanha. Vive no Brasil, em Natal (RN), desde 2002. É formado em Ciências da Comunicação pela Universidade de Siena, na Itália, e mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Atualmente, cursa doutorado em Ciências Sociais e é docente do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Tem estudos nas áreas de comunicação digital e cibercultura, biopolítica e produção de subjetividades, diálogo entre saberes científicos e não científicos, epistemologia da complexidade, educação e resiliência. Atuou como repórter, redator e editor em revistas e portais italianos e espanhóis, e na área de comunicação digital de organizações não governamentais e movimentos sociais no Brasil. Escreve contos, que publica em sua coluna literária no blog Substantivo Plural, e entre 2009 e 2012 atuou como produtor cultural independente, idealizando e coordenando os projetos Diálogos Criativos e Café com Cinema.

Produtos relacionados

R$ 45,00 R$ 31,50
até 4x de R$ 7,88 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PayPal
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Sandro Fortunato - CPF: 737.845.754-04 © Todos os direitos reservados. 2017